PINK – Ju Calafange (desafio)

Lembro sempre de você, estrelinha Pink! Seus olhos amendoados, o sorriso farto e sincero, rasgando a boca, mostrando os dentes sem vergonha nenhuma. Nos conhecemos no mais improvável dos momentos – um fim de festa – eu com frio e você com sono. Eu com raiva, cansaço, impaciência e você com amor. Demorei um pouco, mas quando finalmente te reconheci, foi encontro para a vida toda, autoconhecimento mútuo, como se o tempo todo estivéssemos estado, mesmo fora, dentro de um só útero. Afinidade cósmica.

Lembro sempre de nós duas – Pink & Blue! Nossas noites de espaço aberto e também os dias de chuva. Como era boa a loucura, a “pro-cura” que nos unia: gostar livremente da vida, da tolice das coisas. Como eu adorava sermos assim, cúmplices nessa desobediência, despidas de culpa.

Terminamos a escola e nossos cadernos perderam a pauta. Cada uma para o seu lado, como constelações que vão se afastando, um ano-luz após o outro, por culpa do espaço que não para de se expandir. Pensava que fôssemos estrelas binárias, regidas apenas pela força uma da outra, essa potência que mantinha nossos cursos unidos. Sempre. Até o colapso.

Agora o meu céu ficou vazio de você, estrelinha. O firmamento é quase todo feito de matéria escura, sem luz, nem brilho, nem rosa. Hoje sou estrela azul inabitada, girando em torno de mim mesma, procurando lucidez na demência infinita do mundo.

IMAGEM: Renata Fontes Freire (detalhe)

24 comentários em “PINK – Ju Calafange (desafio)

Adicione o seu

  1. Oi. Muito criativo isso de correlacionar elementos cósmicos com fatos e sentimentos de uma relação de amizade. Achei lindo quando vc falou das constelações que se afastam e do espaço ficar como uma matéria escura representando tristeza e solidão que a narradora sente.

    Tenho amigas da faculdade de quem pensei que jamais iria me afastar. Não falta de bem querer. Foi a vida mesmo. .

    Parabéns pelo conto. Ficou doce e mimoso, mas profundo também.

    Beijos.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ah, poxa, q bom q vc se identificou. Eu tb tenho tantas amigas q não vejo mais. Algumas pelas redes sociais. Mas jamais será a mesma coisa, na? Obrigada pelo comentário! 😘

      Curtido por 1 pessoa

      1. Oi Ju,
        Sou muito fã de histórias de profundidades. Teu conto traz tanto de amor, de amizade, de irmandade, de reconhecimento, e também traz perda.
        Achei que o simbolismo ficou muito bom. Quem quiser entender literalmente não vai perder a viagem.
        Eu gostei tanto, tanto…
        Beijos

        Curtir

  2. Oi, Ju! O que é a vida senão o momento presente? Todo o resto é matéria inconsistente, etérea e volátil. A escolha das palavras, o ritmo cadenciado das frases, um texto de infinitas descobertas, escrito com um primor de linguagem bem cuidada. As metáforas e as analogias tem uma força ímpar e bem trabalhadas. Belíssimo texto sobre relacionamentos humanos. Parabéns!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Poxa, obrigada! Vindo de você, que é uma escritora que admiro tanto, é uma honra receber esse seu comentário!

      Curtir

  3. Que forma mais poética de falar sobre amizades especiais que ficam no passado por falta de espaço no universo do presente. Interessante a simbologia contida nas palavras, imagens e nomes escolhidos. Pink e Blue, uma combinação que mostra que os diferentes sempre podem compartilhar o brilho. Espero que Blue não reaja como melancolia, tristeza, afinal sempre haverá uma estrelinha Pink nas suas lembranças. Ótimo texto!

    Curtir

  4. Nada é tão incerto quanto o universo. Amizades de infância e adolescência não morrem tão facilmente. Em alguma curva de galáxia, estrelas se encontrarão algum dia nesse vasto campo cósmico. Quem sabe dizer?
    Parabéns pelo texto.
    Beijos e abraços carinhosos.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Ju!
      Quanta profundidade no seu conto..Pink e Blue, figuras metafóticas formadas brilhantemente, aqui associadas ao calor e ao frio (pela cor, comportamento, estilos de vida), são felizes e parecem inseparáveis, até o dia que Pink entra em colapso – e achei essa imagem triste e linda, na voz da estrela Blue, “sou estrela azul inabitada, girando em torno de mim mesma, procurando lucidez na demência infinita do mundo.”
      Lindo! Baita reflexão.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Oi Re! Que bom que vc curtiu. Eu não tinha feito essa associação com as cores, muito legal. Eu realmente tive uma amiga na adolescência, ela pintava uma mecha rosa no cabelo e eu uma azul. Foi só por isso q escolhi as cores. Mas adorei essa analogia que vc fez! Obrigada!

        Curtido por 1 pessoa

    2. Sim, Evelyn. Acho q a vida é cheia de incertezas, o universo também. Somos como um astro vagando à mercê do espaço-tempo! Obrigada pelo comentário e pelo carinho!

      Curtido por 1 pessoa

  5. Oi, Jú, muito sensível o seu microconto, a forma como fala da amizade, do amor, dos sentimentos por meio do cosmos foi uma bela ideia. Muito criativa. Palavras bem colocadas, construções bem pensadas. Destaco em especial o trecho: “Demorei um pouco, mas quando finalmente te reconheci, foi encontro para a vida toda” porque com estas poucas palavras você aprofunda a relação delas, as torna mais humanas, abre uma nova faceta na carecterística das personagens, mostrando que houve um amadurecimento, uma mudança, que nem sempre foi tudo uma maravilha. Interessantíssima essa sacada do pro-cura que você colocou, genial. Parabéns.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigada, Fernanda! Que bom que vc gostou. Eu sinto que estou amadurecendo a escrita ano-luz após ano-luz… rsrs

      Curtir

  6. Rosa e Azul. História de um primeiro amor?

    Esse sensível conflito de encontro/ desencontro mostra ao leitor como o tempo, aliado aos astros, podem gerar surpresas e analogias bastante agradáveis e inusitadas.

    Parabéns, Ju, pela inspiração, pelo estilo de escrita que casa perfeitamente com o clima do conto. No fundo, tudo é um pretexto para mostrar as relações humanas e isso é feito com bastante ternura.

    Um grande abraço.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Fatima! Que bom q gostou. Essas amizades da juventude são muito importantes na vida da gente, né? Não que as amizades de outras fases não o sejam. Mas aquelas marcam a gente. E nesse sentido, quando somos adolescentes, amizade é tão forte quanto amor, não tem muita diferença mesmo… 🙂

      Curtir

  7. Tudo o que vem, vai. Demoramos para reconhecer isso, mas não tem outro jeito. Como dizia Heráclito, não podemos entrar no mesmo rio duas vezes… tudo muda, e nós também. Bjs ❤

    Curtido por 1 pessoa

  8. Querida Ju,
    Lindo conto.
    Me deu uma tristeza aqui… Aquela tristeza boa de ler algo bom. A amizade que julgamos eterna, o amor que também julgamos assim, em confronto com elementos que, sim, de fato são eternos. Estrelas, universo, massa escura… Um texto cheio de camadas.
    Muito bom mesmo.
    Parabéns.
    Beijos
    Paula Giannini

    Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigada, Paulinha. Eu admiro muito o seu trabalho, me orgulha vc ter gostado. Como eu disse aí em cima pra Fernanda, aos poucos eu sinto minha escrita amadurecer. Que bom! Beijos!

      Curtido por 1 pessoa

  9. Nossa, pegou alguns pontos fracos meus.. 🙂
    Que texto maravihoso!!
    A poética do texto e da amizade, adoro!
    As referências astrais, adoro!
    A criatividade , adoro!
    saudade de uma amizade de infância, compartilho! hehe embora fosse um menino, sempre me dei melhor com meninos.. ahh puxa.. vou reler muito só pra chorar um pouco.. faz bem;.. hihi
    Parabens pelo texto!!

    Curtido por 1 pessoa

  10. Li seu conto assim que você postou e achei-o deliciosamente lindo e delicado. As metáforas, as escolhas de palavras, tudo convergindo para um efeito de delicada emoção no leitor. Gostei muito-muito. Vai ficar especialmente lindo em vídeo tenho certeza. E que imagem encantadora, essa. Um beijo, querida. E parabéns pelo texto, que me acertou em cheio.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Elisa, querida. Eu também gosto tanto de ler os seus textos. Saiba que elogio seu pra mim é uma honra imensa! Que bom que te acertei em cheio! 🙂

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: