Recordis (Marília)

Sempre acreditei na força de como algo dito pode atravessar distâncias, chegando onde é preciso. Então, resolvi virar bálsamo numa das tarefas favoritas: dedilhar letras até nascer dos trechos, texto. Aqui, no poder de consolo que existe em fazer-das-palavras-refúgio, te chamo para se esconder ou se encontrar, como preferir.

Porque têm dias que a gente acorda Saudade, com certo pesar ao pensar: Ir-se embora é das rotas talvez a pior. Na verdade, ninguém parte quando mora na memória do conselho que foi dado, nas músicas favoritas, no som do riso, fotografias que estampam ontem, onde se olhar com atenção permanece o ainda. A gente perde o físico, porém toda partilha não fica deixada de lado.

Para ajudar eternizar, ouse ao usar a escrita. Não precisa de técnica ou trejeito, só abre o peito, molha o papel e deságua emoção até sentir que esse mar com cara de revolução na verdade é contemplação. Aprende que lembrar é não deixar partir completamente, faz da Saudade semente e do Amor, causa para continuar.

9 comentários em “Recordis (Marília)

Adicione o seu

  1. Recordis é um dos meus textos favoritos da contista Marília! Nessa turbilhão de sentimentos descritos com delicadeza, suas palavras flutuam junto com quem as lê.

    Curtir

  2. O mundo da escrita nos conduz a uma viagem maravilhosa pelo tempo e pelo espaço, e, principalmente pelos sentimentos e emoções. Sua palavra, Marília, registra tudo com precisão e alma.

    Parabéns por, com suas palavras, fazer desabrochar e nascer crenças. Beijos.

    Curtir

  3. Que texto mais delicado, que fala do não se deixar esquecer o Amor, e que as palavras fiquem como retrato e lembrança. Muito lindo! Parabéns!

    Curtir

  4. “Não precisa de técnica ou trejeito, só abre o peito, molha o papel e deságua emoção até sentir que esse mar com cara de revolução na verdade é contemplação.”… Que coisa mais linda!

    Curtir

  5. Que beleza, Lia. Parabéns. Este texto traz uma bela mensagem um incentivo a nós, escritores, traz sentimento, traz construções sensiveis e lindas, como esta que destaco: “Não precisa de técnica ou trejeito, só abre o peito, molha o papel e deságua emoção até sentir que esse mar com cara de revolução na verdade é contemplação.”. Todo o texto é lindo.

    Curtir

  6. Olá, Marília!
    Que epifania esse texto de rara delicadeza. Tem passagens belíssimas. Além das que as colegas já marcaram, cito:

    Faz da Saudade semente e do Amor, causa para continuar.

    O texto aconselha a escrever com a emoção, porque os homens, assim como as palavras, nunca ficam esquecidos quando os sentimentos flutuam. Parabéns pelo belo texto.

    Curtir

  7. O que dizer, Marília?
    Lindo, lindo…tocante, principalmente nesses dias de saudade.
    Esse parágrafo todo tocou profundo, aqui:
    “Porque têm dias que a gente acorda Saudade, com certo pesar ao pensar: Ir-se embora é das rotas talvez a pior. Na verdade, ninguém parte quando mora na memória do conselho que foi dado, nas músicas favoritas, no som do riso, fotografias que estampam ontem, onde se olhar com atenção permanece o ainda. A gente perde o físico, porém toda partilha não fica deixada de lado.”
    Quanta sensibilidade. Transbordou.
    Lindo!!

    Curtir

  8. Que beleza, Marília. Cada palavra colocada precisa e preciosamente no lugar certo. Um tocante poema em prosa. Parabéns, querida, sempre nos trazendo textos cuja potência está na delicadeza. Você me acrescenta muito com seu estilo de escrita, viu. Um beijo.

    Curtir

  9. Vou utilizar das palavras do meu querido Mário Sérgio Cortella para embasar o texto: “Quando você se for (e você se vai, e eu também), o que é que vai ficar?” “Nós não somos imortais, mas podemos ser eternos.” “Morrer é ser esquecido, enquanto você for lembrado, você estará vivo”.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: