Gênese – de Paula Giannini e Amauri Ernani

10…

Silêncio.

9…

Naquele ano não haveria fogos, tampouco explosões.

8…

Cachorros dormiam tranquilos e crianças corriam entre os adultos com balões de Led em formato de coração… 

7… 6… 5…

No céu, projeções em laser. Paz, amor, solidariedade, esperança. E saúde, a palavra que todos desejavam. Por que ninguém pensara nisso antes? Uma dança de luzes fazendo a festa entre promessas e sorrisos.

4…

Faltava pouco para a meia-noite. Um ano novo viria e tudo poderia ser diferente.

3…

De novo…

2…

Não. Dessa vez, as coisas seriam melhores e, quem sabe, até especiais. Como deveriam ser as vidas de cada um daqueles sorrisos.  

1…

Era 2020.

O último segundo… Finalmente, o fim.

Era isso.

Um dígito giraria e, logo, um outro dia nasceria.

Novo. E, ao contrário das apocalípticas previsões, a humanidade renasceria.

10 comentários em “Gênese – de Paula Giannini e Amauri Ernani

Adicione o seu

  1. E eu na inocência pensando que era uma fotografia de 2021… ´ Ê coleguinha, já tive anos ruins, mas como este eu estou para ver. Ainda bem que esta desgraça está terminando, e logo mais teremos uma nova chance de fazer de outras formas, pensando que funcionarão. O problema é que nem tudo depende de nós. Como se deu em 2020 às vezes a fatalidade nos pega a todos com uma coisinha tão pequena que não conseguimos ver, mas tão grande que deixou um rastro de destruição por onde passou. E agora como a gente faz? Vamos esperar que as forças divinas que controlam o universo deem uma folga para todos nós.

    Deus a abençoe, Paula. E que tudo seja realmente melhor no ano que vem.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Quando começou 2020 ninguém imaginou que seria tão horrível, todavia os números são apenas números, mudando de ano ou não, os problemas continuarão, afinal, não sabem ler calendário rsrsrs. Resta a nós, a humanidade em geral, a superar os obstáculos, seja no ano velho ou novo… O que não pode morrer é a esperança. Bjs ❤

    Curtido por 1 pessoa

  3. O casal maravilha nos brindando com um texto maravilhoso que marca o fim e o recomeço. A contagem regressiva sempre nos traz tantos pensamentos, tantos desejos, tantos sonhos. Que 2021 seja especial para todos nós. Beijos ao casal lindo.

    Curtir

  4. Seu texto é do final de 2019, Paula? Pois é… Quem diria? E agora parece que está havendo uma mutação do coronavírus que pode causar uma intensificação da pandemia.

    A maioria das pessoas comemora a passagem de ano, com muita expectativa e esperança. Sim, esperança, este é o segredo. Temos desejos, aspirações que nem sempre podemos realizar. Mas o Ano Novo sempre nos abre é um leque de desafios.

    Ótimo texto. Premissa e técnicas perfeitas. Parabéns e vamos ver no que dá 2021. Beijos!

    Curtir

  5. Seu texto me pegou de jeito…
    Ando me esforçando para ver o copo meio cheio, tentando fazer a esperança se firmar, lutando contra uma visão negativa de tudo o que está aí. Tem sido uma batalha dura, mas uma da qual não posso me esquivar; perder não é uma opção.
    O texto é lindo, de qualquer maneira! 🙂
    Desejo a você dias serenos com sua família! Com o resto a gente vai lidando como pode, né? Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

  6. Oi Paulinha. Acho que li em algum lugar que esse texto teria sido uma projeção feita por vc e o Amauri de uma celebração de virada de ano sem fogos, de modo a poupar o sofrimento dos cãezinhos com o barulho, uma visão futurista de uma sociedade que se mancasse de que fogos com barulho são uma perturbação. Quem sabe um dia. Seu texto contém uma ironia, ou não. Afinal 2020 foi um ano, embora desafiador, de muita aprendizagem. Para isso nos servem os desafios, não é mesmo? Feliz 2021 para todas nós. Que seja um ano bem hiperativo. Você tem alguma dúvida de que será? Beijos

    Curtido por 1 pessoa

    1. Querida amiga, que venha 2021, com novos aprendizados. Obrigada pela amizade tão presente em 2020. Beijosss

      Curtir

  7. Olá, Paula!
    Esse conto traz aquela pegada que já havíamos comentado antes sobre a forma e o conteúdo. Aqui a combinação ficou perfeita, a contagem regressiva e a esperança de um ano novo com bons augúrios. Como falou a colega anteriormente, a esperança é que importa.
    O desencanto, que surge quase como uma ironia ao final do conto, traz a marca de todo recomeço: a expectativa de algo melhor. O que, ao final do texto, é reforçado: se fomos sobreviventes em um ano tão aziago como 2020, seremos sobreviventes aos demais. Obrigada por nos brindar com seu belo conto, escrito a quatro mãos com o grande Amauri. Beijos.

    Curtido por 1 pessoa

  8. Isso me pareceu um poema-oração. Sútil, a ponto de dissolver-se na contagem, mas carregado de desejos reais; tenho plena certeza, contidos em todas nós. A sensibilidade está aí, como sempre em seus textos.
    Parabéns.
    Beijos e abraços carinhosos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: