De vento, farinha e água – de Paula Giannini

Primeiro movimento Depois O senhor pode se sentar... É assim que eu vou falar... O senhor fique à vontade que aqui a casa é simples, mas é um coração de mãe. Não... Ele vai perguntar cadê a mãe. Mãe? Cadê? Todo o santo dia as gêmeas me perguntam. Cadê a mãe? E eu sei? Não... Continuar Lendo →

Super mulher – Paula Giannini

Minha mãe sempre me disse... A vida inteira... Não case. Não se case! Ou, pelo menos, não se case cedo. Casamento é coisa de gente insana. Uma tediosa refeição, com a sobremesa no começo. Um submarino que pode até boiar, mas foi feito para afundar... E o que foi que a insana aqui fez? Casou.... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑