Delírio – Evelyn Postali

“Que pode uma criatura senão Entre criaturas amar” Amar o ser deitado ao lado E, no silêncio da madrugada, A rua inteira acordar? Voltando para casa do turno da noite, Mauro pensava em Jussara e no filho pequeno. Àquelas horas, estavam dormindo na casa mais humilde da rua, um puxado de uma água, do lado... Continuar Lendo →

Time Loop – Evelyn Postali

Eu caminho apressado, frenético. Não percebo a largura de minhas passadas, e sim o formato dos seixos a correr debaixo de meus pés. Pedras irregulares a mostrar o desalinho da minha vida, ou daquela que eu tinha. Molhadas da chuva, elas têm um brilho diferente. Anos de fúria e rancor aliviados por Emma com as... Continuar Lendo →

Iberê – Renata Rothstein

Mais um dia chegava ao fim, naquele distante Brasil. Tão distante, quanto belo e sofrido. Na terra das chuvas o pouco era sempre muito, pra bem, ou pra mal.Misto de cor, dor e beleza, que fugia a qualquer compreensão. Até mesmo os destinos, mais que noutro lugar qualquer, pareciam seguir um roteiro escrito por mãos sábias e um... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑