De volta ao paraíso – Amana

O prédio agora era uma construção tão desfigurada pelo tempo e pela desgraça, tanto quanto ele mesmo era. As estantes empoeiradas, os livros há tanto tempo fechados. Há quantos anos não eram mais tocados pelas mãos de leitores ávidos pelas histórias neles oferecidas? Mãos como as dele. Antes da fatalidade lia muito, sedento por histórias... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑